terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

eu quero um amor


Quantas vezes você já escutou ou disse essa frase? Se sua resposta for “muitas”, seja bem vinda ao clube.

Mas a pergunta é: “Por que queremos tanto um namorado?” Acho que se analisarmos bem, os motivos não são sempre os melhores.

Pode ser por solidão. Porém, por que estamos solitárias? A companhia de amigos e família não são suficientes. Eu sinto informar-lhes, não é um namorado que acaba com a solidão, não são também os amigos e a família, mas sim DEUS que completa todo e qualquer vazio dentro de você.

A falta do que fazer! Sim, você anda desocupada e pensa que um namorado seria uma ótima distração?! É você não está fazendo nada, ele também... por que não? Porque ele é um ser humano e deve ser tratado como tal, com respeito e dignidade. Ele tem sentimentos e jamais deveria ser usado como uma simples distração. E passatempo não é base para se começar um relacionamento.

Pode ser pelo fato de que você não sabe ficar só. Sim, existem mulheres que são dependentes de relacionamentos. Se não estão namorando, estão de paquerinha com alguém, sempre mantendo o coração ocupado com algum “romancezinho”. Eu não sei explicar o porquê de tal atitude. Pode ser porque a pessoa não se agüenta, não sabe lidar com ela mesma e assim usa o relacionamento como escape, ou sua identidade está sempre no outro, então sozinha se sente perdida. Bom, deixo essa explicação para os psicólogos, mas mesmo que seja qualquer uma dessas opções, é triste demais. Uma mulher deveria saber muito bem quem é e o que quer, antes de entrar em um relacionamento.

E por último, mas não menos importante... a falta de paciência. Sim, o não saber esperar por aquilo que é melhor pra você. Grande defeito da maioria das mulheres. Ao invés de aproveitar o tempo “só”, para investir em você; se recuperar de relacionamentos que não deram certo; ser tratada e curada; autoconhecimento; tratar defeitos; restauração e muitas outras coisas que podem ser feitas nesse tempo, mas não, estão sempre se entregando ou procurando por “relacionamentos” que na maioria das vezes não darão em nada, metendo os pés pelas mãos e se machucando cada vez mais.

Ao analisarmos tudo isso, precisamos perceber se mais do que querer um namorado, estamos prontas para um namoro.

Não estou dizendo que devemos ser perfeitas, para assim namorarmos. De maneira nenhuma, até porque, a perfeição nós dificilmente atingiremos, mas o mínimo de maturidade tem que existir antes de começarmos um relacionamento.

Daqui pra frente, que a frase seja: “Será que estou pronta para um namoro?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário